domingo, 8 de janeiro de 2012

A HIPOCRISIA NA IGREJA


A bíblia é clara quando manda não julgarmos para também não sermos julgados, e a princípio esse título pode parecer um julgamento, mas não é. A ideia aqui é alertar, e não agredir. E todos em algum momento da vida já agiram de forma hipócrita.
Direto ao ponto: quem tem o poder de classificar como certo ou errado o jeito que outros cristãos pensam, falam, se vestem? Será que muitas vezes esses conceitos de certo ou errado não partem de dogmas sociais? Será que a sociedade não está "ditando moda" dentro da igreja fazendo cristãos se preocuparem com coisas que não são importantes perante Deus?
Ter tatuagem é certo ou errado? Homem cabeludo é certo ou errado? Cristão usando brinco subir ao púlpito é certo ou errado? São assuntos que causam divergência, de fato. Mas se todos concordam que Jesus Cristo é o único Salvador, essas outras coisas não são apenas detalhes? Será que não é mais importante cada um se preocupar com seu coração, suas atitudes e suas obras do que se preocupar com a aparência alheia?
Claro que ninguém quer que a igreja vire uma várzea, com nego assistindo o culto pelado. Só que a aparência de cada um é o que menos importa pra Deus. Devemos respeitar diferenças culturais, sociais, políticas, ideológicas, etc de outros cristãos. Somos todos diferentes, com gostos e pensamentos diferentes. O que é bonito pra um é feio pra outro.
O importante é lembrarmos que Jesus não mandou ninguém cortar o cabelo ou se vestir melhor pra ser Seu servo e que os dois principais mandamentos são relacionados ao amor. Cuidado para não agirmos como modernos fariseus, se incomodando com um cisco no olho do outro mas não vendo uma trave nos próprios olhos.

20 comentários:

  1. E essa igreja aceita ou não pessoas que tenham tatuagem? Não entendi

    ResponderExcluir
  2. SÓ SE TEM QUE TOMAR O CUIDADO DE NÃO IR NO EMBALO, DE TOMAR ATITUDES APENAS PORQUE A MINHA TRIBO ESTÁ FAZENDO, TEMOS A LIBERDADE DE ESCOLHA, MAS SERÁ QUE TUDO AQUILO QUE QUERO FAZER CRISTO FARIA?
    AONDE EU VOU, CRISTO IRIA?
    SE EU PRECISAR DE SOCORRO, SERÁ QUE O VOLUME OU AS LETRAS DE MÚSICA QUE EU ESTOU OUVINDO, VAI ME PERMITIR FAZER UMA ORAÇÃO?
    "ALEGRA-TE JOVEM, NA TUA MOCIDADE, E RECREIE-SE O TEU CORAÇÃO NOS DIA DA TUA MOCIDADE; ANDA PELOS CAMINHOS QUE SATISFAZEM O SEU CORAÇÃO E AGRADAM AOS TEUS OLHOS; SABE, POREM, QUE DE TODAS ESTAS COISAS DEUS TE PEDIRÁ CONTAS."Ec.11:9
    DE FATO DEUS VE O CORAÇÃO, MAS AS VEZES A GENTE QUER SER TÃO DIFERENTE DOS OUTROS, E JULGA TUDO COMO HIPOCRISIA, QUE QUEM ESTÁ SENDO HIPÓCRITAS E ENGANADOS É NÓS MESMOS.ANTES DE TOMAR QUALQUER ATITUDE PENSE, REFLITA E PEÇA SABEDORIA A DEUS,NÃO VÁ NA ONDA.

    ResponderExcluir
  3. sobre tattoo, a igreja pode não gostar, mas se a pessoa aceitar Jesus, com certeza Jesus tambem aceita a pessoa tendo ou não tattoo

    ResponderExcluir
  4. gostei muito do tema, e foi explicado com muito clareza, mas só queria dar uma dica, que ao meu ver, é importante. para que o assunto não se baseie em pensamentos cristãos, poderia sempre ser sitado uma passagem bíblica, baseando o assunto, assim como no comentário acima (ex EC 11:9), assim os assuntos tem fundamentos bíblicos, sem correr o risco de irem para o lado pessoal.

    parabéns pela ideia, vou divulgar por toda a congregação.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo 2, é difícil dizer se esta igreja aceita ou não tatuados porque é uma opinião muito pessoal. Assim como o post diz, não devemos apontar o dedo pra ninguém, mas devemos sempre pensar como Cristo. Eu, por exemplo, acho que uma tatuagem não faz você acreditar nem amar menos a Deus, até porque ele verá nosso coração. Pra mim, esse lance de tatuagem/alargador e tals não interfere, até porque (principalmente piercing e alargador) são como acessórios, dá na mesma que usar um brinco, só que no nariz, ou sei lá. Concluindo, não podemos dar uma resposta
    "sim ou não", mas podemos dizer que estamos sempre abertos a receber e conhecer novas pessoas, sempre dispostos a trocar idéia e respeitar opiniões. Fique a vonts!

    ResponderExcluir
  6. diego-santo andré8 de janeiro de 2012 17:23

    que DEUS abençõe vcs!!!
    JESUS está entre nós apenas para ti salvar,assim como nos salvou!!!faça parte dessa família cristã e descubra a felicidade de ter irmãos especiais e de servir o DONO DO MUNDO E DONO DA SUA SALVAÇÃO!!!

    ResponderExcluir
  7. É que nem quem tem dread, é mó preconceito mano! Mas é só um penteado... Mesma coisa que condenar quem tinge o cabelo.

    ResponderExcluir
  8. Já vi várias reclamações dentro da igreja por questões de aparência enquanto questões relativas a obras ficam esquecidas.

    ResponderExcluir
  9. "Assim também a luz de vocês deve brilhar para que os outros vejam as coisas boas que vocês fazem e louvem o Pai de vocês, que está no céu." Mateus 5:16

    ResponderExcluir
  10. só que temos que ter muito cuidado pra não escandalizar as pessoas com a nossa aparência

    ResponderExcluir
  11. gostei do meme hehehe

    ResponderExcluir
  12. Pois então, hipocrisia está no ato de julgar...a partir do momento em que eu olho pra outra pessoa com algum tipo de pré-conceito, eu ja estou julgando e ja estou sendo hipocrita! Infelizmente isso acontece dentro da igreja, lugar onde a gente aprende desde de cedo que todos somos iguais!...se eu conseguir, porventura, evangelizar um descendente de Aborigene, ou de alguma etnia indigena, eu nao vou poder obriga-lo a mudar ou se adaptar a minha cultura só porque eu acho que a minha forma de me vestir e de me apresentar socialmente seja mais agradevel aos olhos de Deus!

    ResponderExcluir
  13. boa a ideia da fabi de londrina

    ResponderExcluir
  14. Curti o exemplo do Aborigene! É isso ai.

    ResponderExcluir
  15. perfeito esse exemplo

    ResponderExcluir
  16. Será que analisamos nossas próprias razões para fazer ou deixar de fazer as coisas?
    Penso que tudo deve ser feito com amor. Se um irmão mais velho te diz pra não usar dread e você insiste, existe a possibilidade dele não falar mais nada, usar o prestígio dele contra você ou se afastar por estar triste.
    Nosso desejo de auto-afirmação e realização deve estar acima do bem comum? E que tal se Deus diz que ainda não é o tempo? Ou estamos fazendo isso só pra chamar atenção dos visitantes ou das garotas da igreja?

    Quais são nossos verdadeiros motivos?
    Só nós mesmos podemos analisar isso e tomar uma decisão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato! Precisamos saber qual o nosso foco! Porém assim como nós devemos respeitar os mais velhos e suas atitudes, eles também poderiam respeitar nossa aparência ou corte de cabelo. Não podemos avacalhar, mas TODOS devem dar amor e respeito a todos, não só os jovens pros mais velhos. Somos todos filhos de Deus e irmãos na fé, um corpo seguindo um único Mestre (:

      Excluir
  17. Acho bem legal debaterem esse tipo de assunto, porque acho que 99% das pessoas (cristãs ou não), acabam sendo julgadas pela aparência.
    É fato que quando se pensa numa igreja, você já logo acha que vão te categorizar como o capeta se você tem uma tatuagem, ou talvez um ideal meio diferente dos demais... E pensar assim sobre uma instituição religiosa também é um preconceito de nós que estamos vendo de fora.

    Mas enfim, só queria comentar que acho MUITO MUITO valoroso da parte de vocês ter tanto respeito pelo o que as pessoas são de verdade! Essa atitude de colocar crença/aparência em diferentes patamares é bem legal. Não acredito em deus, mas espero que vocês realmente possam continuar a passar essa mensagem de respeito, consciência e fé.

    Parabéns!



    Ps: Bruna, se ler isso: tô com saudade, SUA LINDA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AAAAAAAA SUA LINDA! (Depois de cinquenta anos, hehe). Fiquei feliz com seu comentário! E é esse mesmo o espírito da coisa, porque se a gente se preocupar com a aparência, a gente não atinge ninguém, não consegue se aproximar das pessoas que precisam da luz de Deus!

      Excluir